Uns de Ginsberg

Guru

É a lua que desaparece
A estrela que se esconde não eu
A Cidade que se apaga, eu permaneço
com meus sapatos esquecidos,
minhas meias invisíveis
É a batida de um sino

Primrose Hill, Maio 1965

Guru // It is the moon that disappears / It is the stars that hide not I /
It’s the City that vanishes, I stay / with my forgotten shoes, /
my invisible stocking / It is the call of a bell // Primrose Hill, May 1965

***

Para Lindsay

Vachel, as estrelas dão as caras
a noite cai no caminho do Colorado
um carro arrasta a lentidão sobre a planície
sob a luz rala o rádio diz um jazz
o vendedor na fossa acende outro cigarro
Noutra cidade há 27 anos
vejo tua sombra na parede
você de suspensórios sobre a cama
sobre a cabeça a sombra erguendo a morte pela mão
teu vulto derramado sobre o chão

Paris, Maio de 1958

To Lindsay // Vachel, the stars are out / dusk has fallen on the Colorado road / a car crawls slowly across the plain / in the dim light the radio blares its jazz / the heartbroken salesman lights another cigarette / In another city 27 years ago / I see your shadow on the wall / you’re sitting in your suspenders on the bed / the shadow hand lifts up a Lysol bottle to your head / your shade falls over on the floor // Paris, May 1958

***

Primavera-Verão

Lua cheia sobre o shopping –
no silêncio luminoso da vitrine
a manequim nua olha as unhas

Boulder, 1979

Spring Fashions // Full moon over the shopping mall – / in a display window’s silent light /
the naked mannequin observes her fingernails // Boulder, 1979

***

Como Yeats

Agora o incenso ocupa o ar
e gozo segue o gozo,
jantar tranquilo na sala carpetada,
música do Oriente direto pros ouvidos,
velhos amigos em colchões brilhantes,
velhas pinturas nas paredes, velhos poemas
renascidos, risadas ao brinquedo místico
estátua pintada a ouro, chá na mesa branca.

Nova Iorque, 26 Abril, 1964

After Yeats // Now incense fills the air / and delight follows delight, / quiet supper in the carpet room, / music twangling from the Orient to my ear, / old friends at rest on bright mattresses, / old paintings on the walls, old poetry / thought anew, laughing at a mystic toy / statue painted gold, tea on the white table. // New York, April 26, 1964

Anúncios

respostas

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s